IPC-Fipe sobe 0,16% em outubro pressionado por Despesas Pessoais
Feira de rua no bairro de Pinheiros, em São Paulo 06/01/2015 REUTERS/Nacho Doce

IPC-Fipe sobe 0,16% em outubro pressionado por Despesas Pessoais

SÃO PAULO (Reuters) – O Índice de Preços ao Consumidor (IPC) de São Paulo passou a subir 0,16% em outubro depois de ter ficado estável em setembro, pressionado principalmente por Despesas Pessoais.

Os dados divulgados nesta segunda-feira pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) mostraram que o grupo o maior peso foi exercido pelo grupo Despesas Pessoais, cujos preços subiram no mês 0,59% depois de avanço de apenas 0,09% em setembro.

Também exerceu pressão o grupo Transportes, ao acelerar a alta a 0,29% em outubro sobre 0,16% antes.

Por outro lado, registraram deflação Vestuário e Alimentação, respectivamente de 0,10% e 0,09%.

O IPC-Fipe mede as variações quadrissemanais dos preços às famílias paulistanas com renda mensal entre 1 e 10 salários mínimos.

Fechar Menu